Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




As vozes do futebol

por Torradaemeiadeleite, em 20.11.13

Futebol só com palavras, eis uma arte. Um relato de futebol é informação e muito mais. O muito mais é o que me leva a escrever para além da notícia que faz as capas dos nossos jornais. Vamos ao Brasil pelos pés dos nossos jogadores de futebol, vamos lá pela inspiração de Cristiano Ronaldo que me pôs rouca ontem à noite e vamos lá depois de sofrer, o que confere uma aura mais brilhante ao desafio. Porque sobre estas verdades já muito se diz volto então aos senhores do rádio, àqueles que nos dão as imagens por palavras, uns escritores portanto. Escrevem o que a imagem por si só não completa: a emotividade dum povo espalhado pelo mundo que se une na língua e no querer, querer mais, querer ganhar e não se culpar por não se satisfazer com um tentar, por uma vez contrariar o triste fado, a melancolia do "ah, isso é que era bonito". O que eu gostava de transportar para o dia-a-dia é esse arregaçar de mangas que o futebol nos emprestou no jogo com a Suécia e a força dum sonho traduzida em grito português. Relatar um golo é mais que dizer golo, é fazer explodir a energia recalcada em tantos que não têm voz, chamar o país como quem chama a salvação para todos os males, reclamar o céu porque a terra não basta.

Já andam no tubo os relatos de ontem que me levaram a torturar as teclas e blogar, mas para ilustrar o que atrás escrevi socorro-me de uma memória. Tal como um livro que passa a fazer parte de nós, assim há relatos que não se esquecem. Para mim, uma leiga da técnica do futebol, mas uma adepta emotiva, ficar-me-á para sempre o relato de Jorge Perestrelo no Euro 2004, do fantástico Portugal - Inglaterra, muito antes do penálti de Ricardo, num momento de acreditar. Ainda me arrepia.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Related Posts with Thumbnails


2 comentários

Imagem de perfil

De css a 20.11.2013 às 12:42

Fantástico. 
Ontem, que só vi a última meia hora, confesso que achei o ponto alto na celebração do comentador. 
Esperemos que nestes tempos do visual e do imediato, esta arte não se perca.
Imagem de perfil

De Torradaemeiadeleite a 20.11.2013 às 22:21

Acredito que não se perderá, tal como o vídeo não matou afinal as estrelas da rádio como vaticinava uma música dos anos 80.
Até breve.

Comentar post








Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Torradas com bolor

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D