Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Verão, quase Agosto

por Torradaemeiadeleite, em 30.07.13
Das folhas perdidas resgatam-se ainda os tons e os gestos dum Verão prístino.  

 

 

 Ilustração de Maria Keil.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ultra-vontade

por Torradaemeiadeleite, em 20.07.13
Fotografia de Lucy Nicholson. Ultramaratona de Badwater 2013.
 

24:28:16 - Não são palpites para qualquer jogo milionário mas o tempo que Carlos Sá precisou para percorrer os 217 quilómetros da ultramaratona de Badwater, na Califórnia. E com estas 24 horas, 28 minutos e 16 segundos conquistou o ouro numa prova em que era estreante.

O Vale da Morte, cujo baptismo não foi resultado de qualquer humor metafórico mas sim do verdadeiro desafio à vida nos moldes humanos que a sua natureza impõe, foi um dos palcos que reafirmou o valor do atleta português de trinta e nove anos. O necessário para finalmente ter notícia de vários minutos no horário nobre e aparecer na capa dum jornal diário de grande tiragem ( no Jornal de Notícias de hoje, logo abaixo das letras grandes do "desacordo" de Seguro ). As capas dos jornais desportivos nacionais continuam a ser só sobre futebol com excepção da Bola e do Record que hoje guardaram um justo destaque para o ciclista Rui Costa, vencedor da etapa ( já são duas ) no centenário Tour.

Mas volto a Carlos Sá. Detenho-me nas temperaturas superiores a 70ºC ao nível do solo e nas temperaturas médias de 40ºC à sombra, no início do percurso a 86 metros abaixo do nível do mar e no seu final a  2548 metros de altitude. Espanto-me com a desmesurada terra de nada. Detenho-me ainda na força mental que nega a evidência dos sinais físicos e continua a debitar motivação para chegar à meta. Quem pensa em ganhar? Terminar é por si só a inquestionável vitória.

Penso não errar por muito mas só 97 atletas são seleccionados à partida para a competição anual. Percebe-se a especificidade da prova. Percebe-se o que pretendem os atletas numa competição que não tem qualquer prémio monetário. Superarmo-nos é a mais elevada forma de competição.

Carlos apaziguará a dor dos músculos que reclamam,  exibirá uma boa maquia de bolhas, talvez unhas a menos e uma medalha de ouro mas, mais real que todos esses detalhes, a vontade de continuar. Sim, recuperar do esforço e estar na prova seguinte: no Mont Blanc em finais de Agosto.

Do seu sítio na internet trago a sua frase: "Ando em busca dos meus limites, felizmente ainda não os encontrei".

  

Carlos Sá na Ultramaratona de Badwater, Califórnia 2013. Fotografia googlada.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

No princípio era o grunge III

por Torradaemeiadeleite, em 16.07.13
Soundgarden - Searching with my good eye closed.
Do álbum Badmotorfinger, 1991.

Mas ponde a boz'alta, ben alta, c'a s'oube melhôr eh presta mais.

 

(...)
Stop you're trying to bruise my mind,
I can do it on my own.
Stop you're trying to kill my time,
It's been my death since I was born.
I don't remember half the time,
If I'm hiding or I'm lost.

 

But I'm on my way, on my way.
Is it to the sky?
Is it to the sky?
Is it to the sky?
Is it to the sky?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Letras na Avenida

por Torradaemeiadeleite, em 12.07.13

Livros, de 12 a 28 de Julho, nos Aliados.

A primeira feira de livrarias, na vez de editoras. Não pretende substituir a Feira do Livro, são fenómenos diferentes, mas abre caminhos para repensar o conceito de feira do livro, a importância dos livreiros como agentes de promoção e a sinergia entre artes que saltam para a rua.

E que tal arranjar maneira para os dois conceitos coexistirem na programação cultural do Porto? Sonho demais?


Programação "extra-stands" aqui.



Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por Torradaemeiadeleite, em 11.07.13

Homem para Deus


Ele vai só ele não tem ninguém
onde morrer um pouco toda a morte que o espera
Se é ele o portador do grande coração
e sabe abrir o seio como a terra
temei não partam dele as grandes negações
Que há de comum entre ele e quem na juventude foi
que mão estendem eles um ao outro
por sobre tanta morte que nos dias veio?
E no seu coração que todo o homem ri e sofre
é lá que as estações recolhem findo o fogo
onde aquecer as mãos durante a tentação
é lá que no seu tempo tudo nasce ou morre
Não leva mais de seu que esse pequeno orgulho
de saber que decerto qualquer coisa acabará
quando partir um dia para não voltar
e que então finalmente uma atitude sua há-de implicar
embora diminuta uma qualquer consequência
O que deus terá visto nele para morrer por ele?
Oh que responsabilidade a sua
Que não dê como a árvore sobre a vida simples sombra
que faça mais do que crescer e ir perdendo vestes

Oh que difícil não é criar um homem para deus



Ruy Belo,  "Aquele Grande Rio Eufrates" - 1961.


Autoria e outros dados (tags, etc)

Os dias que passam XV

por Torradaemeiadeleite, em 06.07.13

 

 Com o título "Ponto de Encontro", cartoon de Henrique Monteiro.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Related Posts with Thumbnails




subscrever feeds




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Torradas com bolor

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D