Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Do papel para a Vida

por Torradaemeiadeleite, em 17.07.07

Na infância nunca conheci a história do Polegarzinho, encontrei-a na idade adulta. Foi-me apresentada primeiro pelas ilustrações dum livro e só depois pelo seu significado.

Tenho uma paixão particular pela ilustração de livros infanto-juvenis e aprecio os trabalhos de vários artistas nacionais e estrangeiros. Foi na senda de um desses talentos que descobri o livro " Polegarzinho " ( colecção " O Sol e a Lua " da editora Campo das Letras ) com texto de João Paulo Seara Cardoso. Na capa um menino dormia aconchegado pelas pétalas duma flor; reconheci o trabalho de Júlio Vanzeler e precipitei-me a folhear o livro.

Na verdade, o texto é uma adaptação teatral do conto feita por João Paulo Seara Cardoso para o Teatro de Marionetas do Porto e apercebi-me então do conjunto belíssimo formado por texto e ilustração.

Gostei da história porque um ser humano do tamanho dum polegar vencia num mundo de dimensões desconcertantes e grandes perigos. Em última análise, lembra também o mítico encontro de David e Golias.

As peripécias seguem-se a um ritmo alucinante desde a queda na massa do bolo até vencer um gigante que aterroriza todo um reino de gente "normal" ( não sem antes viajar pelo estômago duma vaca, voar nas costas dum corvo ou ser salvo da barriga dum peixe pelo cozinheiro do rei ).

O final é feliz e leva-nos a reflectir sobre o que nos subjuga na vida. Mesmo para quem seja grande há obstáculos que parecem intransponíveis, barreiras demasiado altas, dificuldades que nos fazem duvidar da nossa força... Os sonhos parecem, por vezes, inalcançáveis! Mas como podemos ter tantas certezas sem primeiro tentar vencer? Tal como Polegarzinho, temos que nos valer da bravura, da determinação, de inteligência e uma pitada de astúcia para conseguir o nosso "final feliz".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Related Posts with Thumbnails








Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Torradas com bolor

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D