Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Viagem no tempo

por Torradaemeiadeleite, em 04.06.12

 

 

  Fotografia da agência Getty.

 

O ponto de partida para este texto foi um apartamento em Paris fechado durante setenta anos. A sua proprietária partira para o Sul de França antes da segunda Guerra Mundial, continuou a pagar a renda  mas não mais entrou naquele espaço. A senhora de Florian faleceu em 2010 com 91 anos. Na altura do inventário do seu património abriram finalmente a porta e o inesperado aconteceu.

Nem pó, nem aranhas conseguiram retirar a beleza das peças do seu recheio, fossem utilitárias ou da própria construção, de finais do séc XIX e princípios do XX, e ainda dum quadro  leiloado mais tarde por mais de 2 milhões de euros.

Pronto, esqueço o quadro.

Imagino-me apenas a entrar num espaço preservado com a impressão digital duma era mais antiga, todos os detalhes da sua vivência impecavelmente funcionais e inteiros, peças que já não se encontram, livros, móveis, brinquedos, a lata das bolachas ou a faca do pão. Que festa. Que desejo materialista e excepcional de tudo possuir. Que inspiração.

Fiquei colada à notícia que chegou com dois anos de atraso ao meu conhecimento através do blogue Pó dos Livros. Daqui fui para ali, dali fui mais acolá e cheguei à avó da senhora do apartamento, a actriz Marthe de Florian nascida cem anos antes da nossa Revolução de Abril. Nos seus admiradores encontravam-se Georges Clemenceau, primeiro ministro de França entre 1906 e 1909 ( e num 2º mandato de 1917 a 1920 ) e o pintor Giovanni Boldini, responsável pelo retrato milionário. No quadro de 1898 a avó de Florian tinha 24 anos. Mais de cem anos depois continua a hipnotizar os incautos homens, desta vez o comprador do quadro.

 

 

 Marthe de Florian - Giovanni Boldini.



Autoria e outros dados (tags, etc)

Related Posts with Thumbnails


11 comentários

Imagem de perfil

De diario-de-um-pseudomarroquino a 05.06.2012 às 00:26

AH... Paris. Quanto mais lá vou, mais admiro!
Imagem de perfil

De Torradaemeiadeleite a 05.06.2012 às 22:17

Esta história  tem o cenário perfeito.
Bem-vindo ao Torrada.
Sem imagem de perfil

De F. a 06.06.2012 às 15:14

Mistérios e encantos de Paris!
Bem gostaria de, por magia, tipo as badaladas da meia-noite de Meia-Noite em Paris de Woody Allen, poder viajar no espaço e no tempo e seguir os ratos de Marthe Florian e sua neta.
Imagem de perfil

De Torradaemeiadeleite a 06.06.2012 às 22:23

Também vi o filme que refere. Penso que todos os amantes da arte desejariam ter assim uma hora diária de convívio cultural com os grandes talentos. Que inspiração!
Sem imagem de perfil

De F. a 06.06.2012 às 15:59

Esqueci-me de acrescentar que me demoraria muito mais na Belle Époque da avó do que na estada da neta no Sul de França. Quanto a Madame de Florian, neta, devo confessar que, apesar da minha alma tolerante, já a condenei ao desterro, sem apelo nem agravo. Vejo-a, (fabulando, claro) numa réstia de honra, a não mais regressar a Paris por ter seguido, incondicionalmente,  um qualquer general do governo colaboracionista de Vichy. Uma mulher de carácter jamais  pode voltar ao lugar que atraiçoou, mesmo que tenha sido por amor.
Et voilà!
Imagem de perfil

De Torradaemeiadeleite a 06.06.2012 às 22:42

Está muito boa a fabulação. Isso ou uma doença pulmonar ou de "nervos" a precisar do clima mais ameno e da vivência mais tranquila do mediterrâneo. (Ai, que enredos nos presta um apartamento em Paris!)
Sem imagem de perfil

De José Carrilho a 12.06.2012 às 01:31


Olá,

O mundo está cheio de surpresas e de vez em quando há descobertas destas.

Só é pena que os meios de comunicação social se preocupem tanto em destaca as más notícias.

Cumprimentos,

José
Imagem de perfil

De Torradaemeiadeleite a 12.06.2012 às 21:20

Impera o "bota-abaixo", de facto.
Bem-vindo ao Torrada.
Sem imagem de perfil

De Serafina a 08.08.2013 às 15:01

Oh wow!!! Como eu adoraria ser a pessoa a abrir a porta e entrar pela primeira vez ! De certeza que me sentaria no chao a absorber todos os sentimentos no ar...e claro tocar tudo nos quartos. Adoro antiguidades. Eu e o meu marido aos fins de semana muitas vezes vamos a lojas de antiguidades aqui nos States :)
Imagem de perfil

De Torradaemeiadeleite a 10.08.2013 às 11:12

É de cair para o lado não é?
Tenho afinidade com as coisas com história, não precisa de ser antiguidade, às vezes uma velharia ou um traste têm poder de sedução em mim. 
Sem imagem de perfil

De Serafina a 10.08.2013 às 13:53

Sim!! O mesmo connosco! O meu marido restaurou um grande armario de cozinha que era muito typico aqui nos EU nos anos 20 e 30 e outras pecas de cozinha. Tenho fotos do que ele fez no Pinterest . Ele e muito talentoso. Mas sim, eu tenho sempre este sentimento em que vivi numa epoca antiga na Inglaterra, esquisito... Lol 

Comentar post








Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Torradas com bolor

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D