Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Gato com sol dentro

por Torradaemeiadeleite, em 12.01.13

 

Fotografia de Torradaemeiadeleite.

 

Acordámos sob um tecto de nuvens carregadas. O Sol espreita para arco-íris bem pintados mas é o cinzento que se impõe.

Neve nas terras altas, sim, até a  luz tem uma intensidade que a denuncia, o ar fica diferente mesmo a tantos quilómetros da brancura. Fenómenos da física que iluminam com mestria este ar revolto.

A chuva impede-nos de fazer, a chuva aprisiona o olhar, a chuva é desconfortável. Para mim, essas limitações são atraentes em si mesmas. A oportunidade de pouco ou nada fazer é também uma bênção, o ócio é um ímpar lenitivo. Olhar para dentro é tão vital como olhar para longe. Sentir o desconforto faz-nos amar os gestos mais simples que aquecem, envolvem e apaziguam.

Há dias, li uma frase de Sophia de M. B. Andresen que se aninha aqui com muita oportunidade: "o homem actual perdeu o Tempo". Continuava mais à frente: "na minha infância e na minha adolescência os dias eram compridos e, apesar do colégio e dos estudos, cheios de horas livres, de demoras em que se podia cismar. Como disse Goethe, "o ócio é o trabalho do poeta"."

Conheci esse tempo - ninguém deveria ficar sem ele. Ter tempo para fazer o que a vontade manda, ter sobretudo a mais valia da escolha. Mais poetas nasceriam.

Apercebo-me das vezes em que o engano nos assalta quando dizemos "não tenho tempo". Por vezes gastamo-lo nas coisas erradas ou gerimo-lo pobremente. É importante dar voz às prioridades, saber o que nos é verdadeiramente necessário e, para tanto, é preciso tempo, do ocioso, mesmo cinzento - para reflectir, para admitir lucidamente que muitas das nossas "necessidades" são apenas um arremedo do que nos faz felizes.

Dia com promessa de chuva para cumprir lá fora porque cá dentro há sol.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Related Posts with Thumbnails


2 comentários

Sem imagem de perfil

De F. a 20.01.2013 às 19:16


Como se está bem neste aconchego introspectivo, limpo do ruído dos dias!

Beijos
Imagem de perfil

De Torradaemeiadeleite a 21.01.2013 às 14:26

Obrigada, F.  É daqueles pensamentos que vão e vêm no tempo de uma torrada e meia de leite .

Beijinhos.

Comentar post








Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Torradas com bolor

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D