Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



De Magris, sobre a utopia

por Torradaemeiadeleite, em 14.01.14

 

Da entrevista de Ana Sousa Dias (ASD) a Claudio Magris (CM), revista LER nº130.

 

"(ASD) : Defende "um verdadeiro Estado europeu", defendeu-o aliás quando discursou na entrega do Prémio Europeu Maria Helena Vaz da Silva...

 

(CM): ... sim, um verdadeiro Estado, como o Estado italiano, ou o francês, ou o português.

 

 

ASD: Acha mesmo que é possível criá-lo? Não é uma utopia?

 

 

CM: Uma utopia não é necessariamente uma coisa abstrata, ingénua. Para mim, a utopia é uma necessidade muito realista. É como o caçador que para matar a lebre tem de apontar para dois metros à frente, porque só se nos projetarmos para diante podemos atingir os objectivos.

Creio na necessidade de uma utopia razoável, irónica. Não podemos limitar-nos a obedecer à chamada "realidade". Porque o que nós consideramos realidade, todos nós, é a realidade mais recente, a última, imutável. Do ponto de vista psicológico, somos todos conservadores cegos. Não acreditamos realmente que o mundo, tal como estamos habituados a vivê-lo, possa mudar."

 

.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Portugal e a Europa

por Torradaemeiadeleite, em 06.02.13

"(...) O Orçamento, corolário de uma inclemência ideológica lancinante, anuncia uma era de trevas. É o réquiem pela III República. É um Orçamento que concretiza o desmantelamento acelerado do Estado social construído em e pela democracia. Isto, em si, não é apenas uma tragédia portuguesa mas, em primeiro lugar, um ruidoso fracasso europeu. Com efeito, destrói-se de forma duradoura, num curto espaço de tempo e com a legitimação da "Europa", o que foi construído em mais de 30 anos com a ajuda da mesma "Europa". (...) Na construção como na demolição, os maiores sonhos e as maiores loucuras em Portugal têm e tiveram as oportunidades e os limites permitidos pelos interesses dos nossos fiéis amigos estrangeiros.(...)

O resto, ao nível interno, são as fraquezas seculares de Portugal e as continuidades, de tempo longo, que regressam na actual legislatura com um vigor descaradamente revanchista, após um alegre e espalhafatoso passeio pós-revolucionário de Portugal pela "Europa"."


 

Pedro Rosa Mendes "Portugal finis terrae" - revista LER nº120, Jan 2013.

 

Fotografia de Eduardo Gageiro.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Manuel António Pina

por Torradaemeiadeleite, em 20.10.12

Sempre que morre o corpo dum ser literário suspiro também pelas frases que ficam por nascer, pela beleza que ficará informe na poeira do nada. Continua eterna porém a alma do que deixou construído e é nessa beleza que me aninho em conforto.

 

A surpresa da morte de Manuel António Pina aquietada com as palavras que deixou na entrevista para a LER de Janeiro último.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Educação

por Torradaemeiadeleite, em 05.09.12

 

Neocortex ( onde moram os mecanismos da Razão ) - foto IBM/EPFL.


Vale a pena determo-nos no número anterior da LER ( já está nas bancas o nº de Setembro ) nas páginas sobre o debate entre Mario Vargas Llosa e Gilles Lipovetsky.  Realizou-se no Instituto Cervantes ( Madrid ) em Abril passado e interessaram-me muito as suas diferenças de opinião e argumentações. Foram diversos os temas abordados: o papel da alta cultura, a "civilização do espectáculo", os dilemas da democracia, a violência nas cidades, o desaparecimento do cânone ou ainda a fé nos homens.

Saliento aqui o ponto da concórdia entre ambos sobre o papel da escola na sociedade moderna e a necessidade de reformar os programas de educação:

 

"A sociedade de consumo não conseguiu transformar o Homem em alguém que só se interessa por marcas. Os homens continuam a querer fazer algo com as suas vidas. Este é o papel da escola. (...) A educação pode agir e é um dos grandes campos dos trabalhos para o século XXI. Porque a sociedade não vai ser só técnica e ferramentas; será composta por homens, armados, armados nas suas cabeças, nos seus desejos, nas suas intenções. E a escola deve ajudar os homens a consegui-lo."

 

Gilles Lipovetsky, revista LER nº115 ( Julho/Agosto 2012).

 

"A educação é uma das grandes ferramentas da sociedade actual, tal como o são a família e o indivíduo.(...) A principal crise da sociedade moderna é a inexistência de sistemas educativos que unifiquem o que devem ser os seus dois objectivos fundamentais: a criação dos técnicos e profissionais de que necessita e o preenchimento dos vazios no campo espiritual.(...) À superfície, as discrepâncias podem ser numerosas mas, a um nível profundo, acredito que todos - ou, pelo menos, eu e Gilles - estamos de acordo em que... há que ler Proust, há que ler Joyce, há que ler Rimbaud, em que o que fizeram Kant ou Popper, o que Nietzsche pensou, são também coisas valiosas nesta época e podem ajudar-nos a redesenhar esses programas de educação, dos quais depende que a sociedade do futuro seja menos violenta e menos infeliz do que é a de hoje."

 

Mario Vargas Llosa, revista LER nº115 ( Julho/Agosto 2012 ).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

"Ler é escrever"

por Torradaemeiadeleite, em 04.04.12

 "Reading Girl" de Gustav Adolph Hennig (Alemão, 1797-1869).

 

Depois de ter acompanhado estes vídeos no sítio da LER ficou-me como um eco a frase "ler é escrever" que coincidentemente três dos intervenientes responderam ( no primeiro vídeo - Ana L. Amaral, Jaime rocha e Manuel A. Pina ). Claro, claríssimo.

Nunca o tinha concretizado desta forma mas no acto de ler somos também "escritores": tecemos  pormenores que incluimos no que nos é apresentado, perpetuamos as palavras e frases que gostamos, gravamos também as que não gostamos,  compomos  cenários alternativos, representamos papéis, evocamos memórias e outras leituras.

Como diz  Luis Sepúlveda "todos lemos de maneira diferente", o que para mim vai agora lado a lado com a constatação que "ler é escrever" e por isso mesmo um livro pode ter afinal múltiplos escritores. E não é múltiplo em si próprio o leitor ao longo da vida?  Não se transforma um livro com a caminhada do leitor? Claro, claríssimo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Frase de engate

por Torradaemeiadeleite, em 15.02.12
t-shirfinal.jpg

 

 

Uma iniciativa da revista Ler que desafiou os leitores para a criação duma frase dedicada aos livros/leitura. Criatividade vencedora para ostentar numa T-shirt.


 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Paisagem com letras

por Torradaemeiadeleite, em 02.05.11

 

                                          Fotografia de Torradaemeiadeleite.

 

Gosto da LER e não é uma qualquer a revista que é passeada, lida e arejada nos ares do meu planalto e não é qualquer a edição que pode gabar-se de roubar os meus olhos a esta natureza a 1300 metros de altitude, tão fronteira e tão primeira.

A edição número 101 andou por onde veem, numa tarde de bom tempo, fresca. Só me apetecia adiar a volta para casa e ficar aqui sentada, encostada ao marco, introspectiva e leitora. O caminho para gastar era ainda longo, vagaroso, pedregoso e ermo, daqueles que serpenteiam o paraíso e o protegem das invasões.

Uma esperança, contudo, me renova: vêm aí os dias mais longos, vêm aí mais páginas da LER, e então talvez cumpra este destino de unir num só abraço dois amores tão perfeitos.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Related Posts with Thumbnails




subscrever feeds




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Torradas com bolor

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D