Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Venham mais cem!

por Torradaemeiadeleite, em 17.09.08

 

  Fotografia de Torradaemeiadeleite.

 

O meu “post” número 100 merece um tema centenário.

Mas bom, muito bom mesmo, seria um tema centenário, histórico, artístico e ( porque não? ) raro…

Perdoem-me esta ambição, mas “astronómico” é outro adjectivo que assentaria tão bem ao meu centésimo tema!

Exponho-me ao juízo de quem me ler mas, cá para mim, consegui o que queria . O relógio de Sol que mora na igreja que me baptizou e onde casei, cumpre todos os requisitos e assume hoje um lugar de destaque neste desfile das minhas vontades.

Luz e sombra repetem-se sobre o granito desde há séculos, o gnómon ( o ponteiro ) marca a sucessão dos dias alheio à concorrência do seu parente mecânico, já ali na torre  e nunca, como agora, me pareceu tão solene o seu semblante…

Prezo este pequeno tesouro por permanecer numa era que já não é a sua e continuar  a cumprir os desígnios para que foi esculpido. Se eu não soubesse melhor, diria que é de teimosia que se trata, mas disto o “meu” relógio não sabe nada. Para ele nada mudou: o Sol continua a nascer e a pôr-se, os dias grandes continuam a suceder aos pequenos, a terra continua a girar sobre si mesma e à volta do Sol e a “sua” igreja continua no mesmo chão. Por quê a admiração? Compreendo-o mas venero a sua longevidade…

Em todo o país  estão inventariados poucos mais que 700 relógios de Sol ( nem todos em bom estado ) e são ainda mais raros aqueles que nasceram antes do séc. XVIII. Os seus estilos e ornamentos variam imenso, também consoante a cultura local, aglomerando no seu ser conhecimentos científicos, artísticos, históricos e técnicos numa simbiose que brilha!!

Longa vida ao “meu” relógio de Sol e que eu possa fotografá-lo daqui a muitos anos!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





subscrever feeds




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Torradas com bolor

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D