Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Pequena Abelha

por Torradaemeiadeleite, em 18.04.12

O título é de Chris Cleave , um autor nascido nos Camarões mas que vive actualmente em Londres, desconhecido para mim até me terem emprestado o livro há duas semanas.

Gostei da história propriamente dita, pelo confronto cultural que evidencia e pela sua actualidade. Gostei do enredo pelo acontecimento dramático que o autor imaginou para relacionar as personagens, pela narração em saltos no tempo e pela voz alternada entre as duas principais personagens ( a Abelhinha e a Sarah ).

Não gostei porém das quebras de ritmo que aparecem em vários pontos da narração originadas por descrições que, a meu ver, não criam mais-valia ou ainda pelas explicações desnecessárias sobre pequenos acontecimentos. Neste ritmo dual o texto tem parágrafos muito bons, curiosamente os mais dramáticos e outros que roçam o facilitismo literário ("Parei a apreciar aquele belo nascer do sol e pensei: sim, sim, a partir de agora tudo vai ser belo como este sol. Nunca mais terei medo. Nunca mais passarei outro dia presa no cinzento." ).

Confesso esta impressão que me ficou: que o autor tinha muito mais para dar mas retraíu-se para não "atemorizar" o leitor ou mesmo afugentar muitos. Faz-me pensar se isso valerá a pena, artisticamente falando.

Em todo o caso, não são estes meus "mas" ( de relativa importância entre leitores ) que obstaculizam a recomendação desta leitura, reconheço que são mais as razões para o ler do que aquelas para o ignorar. Na verdade, bebendo nesta e naquela fonte matamos a sede de nos conhecermos como leitores, apreendendo o que é que nos impressiona ou o que buscamos na literatura de ficção.

Está editado em Portugal pela ASA desde Março de 2011.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





subscrever feeds




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Torradas com bolor

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D