Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Guarda meu verso

por Torradaemeiadeleite, em 22.04.15

 

 

 

Albrecht Dürer


Desenho de Albrecht Dürer, 1512.

 

 





Guarda, meu verso, este peito, como o precipício, onde caem sem grito as aves exemplares rendidas.
Duas centenas e mais um instante, os séculos entre cada tentativa, para tornarem plano esse vale de angústia funda onde caem, feridos, os poemas como as vidas.
E um bater de asas distancia-se no fim de cada tempo, consegue com a leveza da sua agitação somente, raspar da poeira fina os átomos duma nova ponte, a forma suspensa da revelação que resolve este precipício, e aproxima-nos de um outro onde jazem, já silentes, velhos, gritos visíveis.
Guarda, meu verso, este peito, como um poema incompleto onde se perfilam as aves caídas depois de cada vida interrompida. Guarda-o até ao novo século que trará ligeiro esse bater de asas foragido, o instante irreversível de céu e som que fará a ponte entre os gritos adormecidos e os fará necessários na vez de perdidos.





 


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





subscrever feeds




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Torradas com bolor

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D