Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Os meios de comunicação social

por Torradaemeiadeleite, em 01.02.14
Fotografia de Torradaemeiadeleite.

 

Não foi assim há tanto tempo. Bom, é uma maneira de dizer, se há assunto que se presta a relativismo é este do tempo, mas percebo que a evolução tecnológica se dá por saltos.  Passinhos de bebé, lentos, hesitantes, ora para a frente ora parado ou a voltar ao princípio são mesmo próprios do bebé e, para já, iguais em todas as eras.

E é então nos saltos que sou apanhada de surpresa, não que me espante por ter vivido em anos que não contemplavam o uso banal de computador e telemóvel, mas surpresa porque percebo o vórtice em que me vejo mergulhada, sem saber o que prever, e procuro postes fortes onde possa apoiar-me um pouco e respirar, para de novo ser apanhada. Aqui pouco importa se quero ou não ser parte do vórtice, essa é outra abstracção.

Já se vê, este é um clássico das conversas da minha geração, a das transições de épocas, de modos e costumes, aqueles que ainda viram e viveram num teatro centenário no qual agora são empurrados, abanados, forçados mesmo a actuar, ou então ameaçados - fora de cena quem não é de cena. Geração das tantas certezas que nos contemplavam, tantas quantas as dúvidas que agora nos assistem em relação ao futuro, o nosso e daqueles que damos ao mundo.

Dou conta que a introdução vai demorada, ela própria já basta como reflexão e recorre a piscadelas de olho à actualidade nacional - as voltas que isto dá, não foi assim há tanto tempo, dizia eu. Assumo estas deambulações, seguem pelo caminho mais longo, como as deambulações devem seguir. Assumo que dialogo com o teclado e com o ecrã quando prefiro a conversa de viva voz com os olhos a embelezar os diálogos. Mas é abraçando esta espécie nova de comunicação que assumo ainda o desprezo pelo monólogo, porque estas palavras podiam morar só nos meus cadernos mas é nos vossos olhos que o fazem. Estas palavras, assim nadas e criadas, têm quem as leia e a conversa pode mesmo fluir, começa na minha cabeça e nos meus dedos e percorre o espaço de quem lhe presta tino.

Sobre este tema das novas tecnologias e meios de comunicação ou qualquer outro que escolha iluminar aqui, discorre esta certeza de que comunico cada vez que escrevo no Torrada. Sim, quando não é possível noutro lugar, invento o meu espaço de tertúlia com a ajuda dum computador e a certeza dos que me lêem.

E talvez o vórtice seja menos vórtice assim, quando eu encontro postes de segurança nestes pensamentos assistidos. O tempo e a distância mais curtos - ou mais fáceis de percorrer.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





subscrever feeds




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Torradas com bolor

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D