Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ovelha tresmalhada...

por Torradaemeiadeleite, em 22.09.08

 

 

Imagem no site oficial "shaunthesheep.com".

 

Lembram-se destes que me obrigaram a "uma investigação ao contrário"? Continuo apaixonada pela sua criatividade e eis-me rendida a mais um boneco, a ovelha Shaun ( a.k.a  Choné ). O traço de Nick Park é inconfundível e o trabalho dos estúdios Aardman Animations é novamente admirável!

A série televisiva nasceu em Março de 2007 mas a primeira aparição desta ovelhinha pouco convencional data de 1995, num papel secundário na curta-metragem premiada de Wallace e Gromit, “A Close Shave”. Os fãs foram-se multiplicando, um pouco por todos os continentes, dos pequenos papéis passou para uma série própria e chegou a terras lusas pelos caminhos do canal 2 da RTP.

Bem visto, é um desenho animado que conquista miúdos e muitos, muitos graúdos… O humor é inteligente, refinado até, e não deixa de ser delicioso mesmo quando há “pancadaria”. Os episódios de 7 minutos centram-se nas tropelias de um rebanho pacato quanto baste mas que se rende às iniciativas duma  ovelha ( direi antes um carneirinho pois é dum macho que se trata ) radical, muito inteligente, curiosa e criativa, decidida a sacudir o dia-a-dia da quinta onde vivem. Todas as “aflições” acabam resolvidas a bem, mesmo a tempo do final de cada episódio e sem que o dono da quinta sequer suspeite das actividades “extra-curriculares” dos seus animais.

Outros personagens contribuem para o sucesso desta série e destaco estes: Bitzer, o cão-pastor que impõe um pouco de ordem na quinta ( desde que não esteja a participar ele próprio nas brincadeiras de Shaun ou a ouvir música electrónica no seu MP3 ou a lanchar sandes com chá ou a brincar em jogos de “busca e traz”… ), os 3 porquinhos   sempenhados em infernizar a vida das ovelhas e o próprio agricultor, dono da quinta, um humano solitário e algo rezingão, amante de novas tecnologias mas cujos “distraimentos” podem dar o mote para a brincadeira.

Esqueçam diálogos ou monólogos, tudo é visto pela perspectiva do carneirinho Shaun e portanto as palavras nada mais parecem que uns balbucios ou resmungos. Ao bom jeito das produções Aardman, o silêncio diz muito juntamente com a linguagem corporal, expressões faciais e movimentos oculares sui generis. As aventuras têm temas simples, mesmo  banais, se preferirem, mas a imaginação do autor dá-lhes o tratamento  necessário para revelarem a sua faceta de surpresa, humor e até moralidade.

Se tiverem uns minutinhos, espreitem este episódio  com futebol do melhor e espero que fiquem contagiados... 

                                                                                     

                                   

 

 

 

 P.S.: está previsto já para este Outono, o lançamento dum jogo para Nintendo da ovelha Choné produzido pela Art Co.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Uma investigação ao contrário!

por Torradaemeiadeleite, em 21.06.08

Ontem foi-me apresentado por um colega de trabalho  o site Tot Lol, o  Youtube da pequenada e, pelos vistos, eu já o deveria ter conhecido há muito mais tempo pois parece ser um sucesso na net ( por favor mostrem-se compreensivos comigo no caso de eu ser a única que não o conhecia… ). Bom, depois de ter veiculado esta nova informação através dos meus neurónios para o meu córtex cognitivo, vesti a pele dum Indiana Jones dos bits  e, já em casa, comecei a explorá-lo. Encontrei umas preciosidades: “The Animals Save the Planet” , umas curtas-metragens de animação ( que eu tanto gosto… ) em que animais selvagens decidem viver as suas vidas de um modo mais “verde” ou ecológico, se preferirem. No fundo, eles é que nos mostram como devemos comportar-nos se nos preocupamos com o ambiente.

Comecei então uma pesquisa ao contrário: quem é que teve a ideia destes filmezinhos e quem trabalhou para que se tornassem tão engraçados, didácticos e diferentes?

Umas “escavações” cibernéticas mais tarde, recolhi as informações que partilho aqui.

A Discovery Communications tem uma subsidiária que se chama Animal Planet e este canal de TV teve uma conversinha com o estúdio de animação Aardman Animations ( responsável, por exemplo, pela produção de “Wallace & Gromit” e “A Fuga das Galinhas” ) para que  produzisse umas curtas-metragens a exibir durante todo o mês de Abril passado.

Que boa ideia, todos de acordo, então mãos à obra! Escolheram uns bonequinhos que já eram da casa, os Creature Comforts ( aliás, vencedores do Oscar de Melhor Curta-Metragem de Animação em 1990 ) e colocaram-nos em diferentes situações que imitam o dia-a-dia humano e nas quais podemos ser mais ecológicos. Culminam com uma moral narrada pela comediante britânica Dawn French.

Contudo, a investigação não parou por aqui… Como não conhecia a Aardman Animations  mas  apenas alguns dos seus produtos, espreitei o site ( que aliás é fantástico e aconselho-vos a visitá-lo se gostam destas coisas da bonecada! ) e cheguei ao espírito talentoso que inventou as Creature Comforts  e o Wallace & Gromit–  Nick Park.  Desculpa Nick, mas só conhecia os teus filhotes e não me lembrei que deviam ter um pai!

Vasculhei ainda o percurso profissional de Nick Park, do estúdio e muitas outras coisas que  é melhor guardar  para outros textos, senão nunca mais paro e fica tudo muito mais entediante…

Aqui está aquilo que resolvi chamar uma investigação ao contrário porque parti do produto final para chegar à sua génese. E tudo começou com “o que é isso do Tot quê??”.

P.S.: Escolhi esta curta de entre tantas que achei fantásticas só para vos aguçar a curiosidade. Enjoy it!!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)




subscrever feeds




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Torradas com bolor

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D