Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Temple of the Dog

por Torradaemeiadeleite, em 15.10.13

Call me a Dog, do álbum "Temple of the Dog", o único da banda de Seattle com o mesmo nome, lançado em 1991.

 

 

 

 

No princípio era o grunge III

por Torradaemeiadeleite, em 16.07.13
Soundgarden - Searching with my good eye closed.
Do álbum Badmotorfinger, 1991.

Mas ponde a boz'alta, ben alta, c'a s'oube melhôr eh presta mais.

 

(...)
Stop you're trying to bruise my mind,
I can do it on my own.
Stop you're trying to kill my time,
It's been my death since I was born.
I don't remember half the time,
If I'm hiding or I'm lost.

 

But I'm on my way, on my way.
Is it to the sky?
Is it to the sky?
Is it to the sky?
Is it to the sky?

 

Bond, James Bond

por Torradaemeiadeleite, em 24.10.12
Aqui está um tema que daria à luz  uma enciclopédia. Mas vamos aos poucos. Começo na letra "M" de música e de mulheres.
No ADN deste filme, que já vem dos anos sessenta do século passado, está o gene da música, geralmente marcante, direi mesmo icónica e o gene das mulheres em contra-luz, corpos dançantes, voadoras, armadas, saltitantes, ginastas, nadadoras, cobertas de ouro, petróleo, areia, sedutoras e seduzidas.
A propósito do novo Bond  - Skyfall - estive a recordar algumas músicas dos predecessores. Temos as que fizeram o artista e aquelas que sobreviveram por causa do artista. Há os temas inesquecíveis, os esquecidos e os que nem deviam ter nascido.
A evolução técnica trouxe às introduções do filme imagens poderosas, perfeitas, algumas mutações genéticas à ideia original de Ian Fleming e perdeu-se a natureza de artefacto que agora me faz rir de alguns genéricos  mas que lhe emprestam tanto carisma. 
As músicas propriamente ditas, bem, há-as fantásticas em todas as eras. Uma das minhas favoritas é da responsabilidade de Chris Cornell ( a voz dos ditosos Soundgarden ) à qual chamou You Know My Name e ouvimo-la em Casino Royale. Curiosamente deve ser dos poucos genéricos que não vem acompanhado de mulheres esvoaçantes portanto vou escolher em seguida um que justifique o "M" de mulheres. Dou espaço então aos "velhinhos" Bond para uma imagem "corpórea" deste filme sem idade. Admirem as acrobacias no cano da pistola ( automática, semi-automática, revólver não me parece, invenção do Q? ,  arma de mão, pronto, as acrobacias isso sim).

 

 
   

 

 

 

 







Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Torradas com bolor

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D