Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O Torrada gosta de iluminar os detalhes IV

por Torradaemeiadeleite, em 17.04.15



 

 

 

Floralia


Fotografia de Torradaemeiadeleite. Abril 2015.

 

 

 

 

 

 

 

Wild Horses

por Torradaemeiadeleite, em 08.04.15

 

 

 

Garranos

 Fotografia de Torradaemeiadeleite. Abril 2015.

 

 


Suspirar um Abril recente e afirmá-lo naquela hora do dia que escreve poesia em tudo que toca, ver a luz filtrada pelas crinas soltas dos garranos a galope, um grupo como um só corpo e, então, saber do verso "a levantar poeira" como dizia o místico Ney do seu bandoleiro.
E podia eu ir por aqui mesmo, pelo verbo que o mar une, mas confesso de outro modo o ecletismo do gosto, a lembrar várias origens e a multiplicar possibilidades ( ah, grata e profunda liberdade de escolha ) - podia ser o Ney Matogrosso, dizia eu, de quem gosto e admiro, mas desta vez serão as pedras rolantes, que gosto e que admiro com igual intensidade, a seguirem, numa esteira de estrépito indomável, os cavalos selvagens portugueses.
Alterem, acrescentem a música que quiserem, nenhuma leitura se faz de um só leitor. Aproveitem, contudo, as rimas dos "meus" garranos com o chão e o céu que os envolve e os prolonga até ao futuro, colham a poesia dum momento tão literalmente belo quanto metaforicamente rico captado para cá da lente.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tags:

O Torrada gosta de iluminar os detalhes III

por Torradaemeiadeleite, em 12.03.15



 

 

 

Detalhes

 


Fotografia de Torradaemeiadeleite.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Lugares para ler X

por Torradaemeiadeleite, em 28.01.15

 

 

Cicatriz granítica

Fotografia de Torradaemeiadeleite.





 

Tags:

Vai aonde o lobo te levar

por Torradaemeiadeleite, em 07.01.15

 

 

 

Pegadas

Fotografia de Torradaemeiadeleite - Dezembro de 2014.




 

Tags:

Reservas de Ouro - a continuação

por Torradaemeiadeleite, em 27.05.09

 

 

 Fotografia de Torradaemeiadeleite ( Castro Laboreiro - Parque Nacional Peneda-Gerês ).

 

Em Outubro de 2007 escrevi um post sobre o significado e a importância das Reservas da Biosfera. À data, Portugal era o feliz contemplado com 3 destas distintas áreas determinadas pela Unesco. Preparava ainda a candidatura para a Ilha das Flores e para o Parque Internacional Peneda-Gerês/Xurês ( esta em conjunto com a Espanha ).

Eis que chega o dia 26 de  Maio de 2009 e com ele a aprovação pela Unesco daquelas candidaturas!

É pois com orgulho que vejo, de novo, o reconhecimento internacional da nossa riqueza natural bem como cultural, uma vez que são essenciais para  aquela denominação a sustentabilidade ambiental com o envolvimento das comunidades presentes nestes territórios.

 

Natureza interpretada

por Torradaemeiadeleite, em 05.12.08

 

 

  Fotografia de Torradaemeiadeleite ( Castro Laboreiro, 2008 ).

 

No Parque Nacional Peneda-Gerês, por entre penedos, carvalhos, rios e turfeiras, há muito mais que  trilhos para percorrer. Quantas vezes um passeio a pé fica incompleto porque não reparámos em animais e plantas ou não sabemos interpretar a geologia, a paisagem ou a cultura intrínsecos àquele lugar? Para que nenhum detalhe fique ignorado, para que se conserve a biodiversidade e a cultura e para que cada explorador natural aproveite o máximo de cada percurso, o  nosso parque nacional disponibiliza agora um PDA com sistema de navegação, repleto de informação temática e estatística para cada trilho escolhido. Andar a pé não será simplesmente fazer exercício respirando ar puro ou deleitando os olhos, mas poderá ser uma experiência de enriquecimento natural e cultural única.

No interesse do visitante, que poderá aceder a trilhos em áreas de maior vulnerabilidade ecológica ou de acesso difícil ( mediante autorização prévia do Parque ), e no interesse da conservação do nosso património natural, esta novidade revela-se promissora!

Para saber com mais detalhe todas as valências deste gadget, basta espreitar este vídeo.

 

Tags:

Património reconhecido!

por Torradaemeiadeleite, em 25.07.08

 

 

Fotografia de Kceuppens ( Flickr ).                                                       

 

Parece-me consensual que a Natureza do nosso Parque Nacional é singular, grandiosa e selvagem mas este consenso tem agora o reconhecimento de entidades além-fronteiras.

O trabalho desenvolvido pelo Parque para um desenvolvimento sustentável,  manutenção e protecção ambientais,  gestão do turismo e das interacções homem/natureza, bem como a existência  de áreas naturais sem qualquer intervenção humana e com flora e fauna únicas, valeram ao Parque Nacional Peneda-Gerês a entrada num "clube" selecto e restrito: a rede de PanParks da Europa.

A certificação chegou no dia 27 de Junho e coloca a Península Ibérica no mapa das melhores áreas naturais da Europa.

A Fundação PanParks, filha da WWF ( World Wild Fund for Nature, aquela que tem o panda como mascote... ), elege desde 2002 os locais da Europa que conseguem aliar a uma Natureza única e selvagem as condições necessárias para um turismo responsável, de qualidade e impulsionador, ele próprio, da protecção ambiental. A lista tem agora 11 eleitos e o nosso Parque veio pôr equilíbrio na distribuição geográfica já que o mais próximo de nós se encontrava em Itália e os restantes se distribuíam mais para leste, mostrando assim que a Europa é valiosa também pela sua diversidade.

A PanParks não tem fins lucrativos e o seu objectivo maior é ajudar a proteger, respeitar e preservar  um património insubstituível. Para que isto aconteça nada melhor que dar a conhecer e divulgar essa mesma riqueza e despertar em cada visitante o desejo de perpetuar as  sensações e actividades únicas que  experimenta nesses territórios.

Vale a pena espreitar o que a PanParks escreve sobre o seu membro mais novo.

Parabéns, Parque Nacional Peneda-Gerês!

 

Tags:




subscrever feeds




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Torradas com bolor

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D