Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ultra-vontade

por Torradaemeiadeleite, em 20.07.13
Fotografia de Lucy Nicholson. Ultramaratona de Badwater 2013.
 

24:28:16 - Não são palpites para qualquer jogo milionário mas o tempo que Carlos Sá precisou para percorrer os 217 quilómetros da ultramaratona de Badwater, na Califórnia. E com estas 24 horas, 28 minutos e 16 segundos conquistou o ouro numa prova em que era estreante.

O Vale da Morte, cujo baptismo não foi resultado de qualquer humor metafórico mas sim do verdadeiro desafio à vida nos moldes humanos que a sua natureza impõe, foi um dos palcos que reafirmou o valor do atleta português de trinta e nove anos. O necessário para finalmente ter notícia de vários minutos no horário nobre e aparecer na capa dum jornal diário de grande tiragem ( no Jornal de Notícias de hoje, logo abaixo das letras grandes do "desacordo" de Seguro ). As capas dos jornais desportivos nacionais continuam a ser só sobre futebol com excepção da Bola e do Record que hoje guardaram um justo destaque para o ciclista Rui Costa, vencedor da etapa ( já são duas ) no centenário Tour.

Mas volto a Carlos Sá. Detenho-me nas temperaturas superiores a 70ºC ao nível do solo e nas temperaturas médias de 40ºC à sombra, no início do percurso a 86 metros abaixo do nível do mar e no seu final a  2548 metros de altitude. Espanto-me com a desmesurada terra de nada. Detenho-me ainda na força mental que nega a evidência dos sinais físicos e continua a debitar motivação para chegar à meta. Quem pensa em ganhar? Terminar é por si só a inquestionável vitória.

Penso não errar por muito mas só 97 atletas são seleccionados à partida para a competição anual. Percebe-se a especificidade da prova. Percebe-se o que pretendem os atletas numa competição que não tem qualquer prémio monetário. Superarmo-nos é a mais elevada forma de competição.

Carlos apaziguará a dor dos músculos que reclamam,  exibirá uma boa maquia de bolhas, talvez unhas a menos e uma medalha de ouro mas, mais real que todos esses detalhes, a vontade de continuar. Sim, recuperar do esforço e estar na prova seguinte: no Mont Blanc em finais de Agosto.

Do seu sítio na internet trago a sua frase: "Ando em busca dos meus limites, felizmente ainda não os encontrei".

  

Carlos Sá na Ultramaratona de Badwater, Califórnia 2013. Fotografia googlada.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Maratona das Areias

por Torradaemeiadeleite, em 19.04.12

 

 

  Fotografia Cimbaly/Saulem - 13/04/012 - 5ª etapa.


Ultramaratona: corrida a pé com distância superior a 42. 195 metros. Pode ser realizada em diversas vertentes: estradas, caminhos, montanhas, trilhos,  em provas de condições extremas ou muito longas e que ocupam vários dias.

 

Foi no contexto de uma das ultramaratonas mais conhecidas de condições extremas, a Marathon des Sables, que Carlos Sá se tornou notícia nos nossos jornais pelo 4º lugar que conseguiu na classificação final ( o melhor português e o melhor europeu ). Fala-se duma prova com 251 quilómetros, em 6 dias, no deserto do Sahara.

A organização apenas fornece a água e as tendas. Cada atleta é responsável por si mesmo e leva na mochila a roupa e a comida adequadas.

A autonomia é posta em xeque pelas temperaturas extremas de frio e calor e obviamente pelas características intrínsecas do terreno. Como em qualquer desporto, a auto-superação é o prémio maior mas outro exemplo nos é dado por Carlos Sá. No Jornal de Notícias de hoje refere que outrora era muito sedentário, dono de 94 quilos ( agora tem 65 ) e avesso ao exercício. Acrescenta que espera ser um exemplo para todos aqueles que se revejam nestas circunstâncias e conclui que com força de vontade e espírito de sacrifício se conseguem feitos formidáveis.

 

Podemos conhecer com mais detalhe cada etapa desta prova invulgar no blogue de Carlos Sá.
 

Parabéns, Carlos!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)







Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Torradas com bolor

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D