Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Reservas de Ouro - a continuação

por Torradaemeiadeleite, em 27.05.09

 

 

 Fotografia de Torradaemeiadeleite ( Castro Laboreiro - Parque Nacional Peneda-Gerês ).

 

Em Outubro de 2007 escrevi um post sobre o significado e a importância das Reservas da Biosfera. À data, Portugal era o feliz contemplado com 3 destas distintas áreas determinadas pela Unesco. Preparava ainda a candidatura para a Ilha das Flores e para o Parque Internacional Peneda-Gerês/Xurês ( esta em conjunto com a Espanha ).

Eis que chega o dia 26 de  Maio de 2009 e com ele a aprovação pela Unesco daquelas candidaturas!

É pois com orgulho que vejo, de novo, o reconhecimento internacional da nossa riqueza natural bem como cultural, uma vez que são essenciais para  aquela denominação a sustentabilidade ambiental com o envolvimento das comunidades presentes nestes territórios.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

De Mercúrio, via CTT

por Torradaemeiadeleite, em 08.10.08

 

 

   Fotografia "You´ve Got Mail (2)" de zeartur.
 

Os CTT e a ANACOM promovem anualmente um concurso de escrita para jovens até aos 15 anos. Os  textos devem apresentar-se em formato de carta, como não podia deixar de ser, subordinando-se a temas de índole social  e humanitário . O vencedor a nível nacional é inscrito num concurso internacional  a cargo da UPU ( Universal Postal Union ) que o promove já há 37 anos em associação com a UNESCO.

Eu desconhecia esta iniciativa até ter tropeçado numa notícia de jornal, daquelas que facilmente me passaria despercebida ( mais ainda quando nas nossas cabeças ecoam vozes de desgraça e crise financeira ) não fosse esta minha predisposição para ler os temas menos destacados. A notícia dava conta duma menina madeirense com 12 anos, Mónica Albino, que tinha ganho o 3º prémio num concurso de escrita a nível mundial subordinado ao tema “Explicar porque é preciso mais tolerância no Mundo”.

Desde logo três factores me prenderam a atenção: o 3º lugar mundial ( o Mundo tem muita gente... ), o tema da carta e a abordagem que a menina escolheu. Pôr nas mãos de jovens tão jovens um tema que  faz  engasgar  gente graúda não é para mim loucura mas sim prova de confiança e, sobretudo, um exemplo que grita que não devemos subestimar as cabeças pensantes mais novas, pois a imaginação deles ainda não se submete a fronteiras e, fruto duma biologia ainda por desgastar, têm mais sinapses do que nós... todas a trabalhar em conjunto podem, de facto, surpreender-nos! Quanto ao modo como tratou o tema, digamos para já que é interplanetário: Marciano Couvélio é o representante do povo multi-racial que habita Mercúrio e que com o seu “telescópio super-potente e tolerânciometro”  observou  “níveis anormais de intolerância” no nosso planeta. Compelido a escrever-nos um SOS, descreve como o povo de Mercúrio reage ao que observa no nosso planeta, explica como funciona a sua sociedade e até porque se sentem constrangidos em nos visitar ( podem ler a carta na íntegra aqui ).

O tema proposto pela UPU para 2009 é: "Escreve uma carta a alguém para explicar-lhe como as condições de trabalho decentes podem levar a uma vida melhor"...e esta, hein?

É já amanhã, dia 9, que a Mónica Albino vai receber o seu prémio, em Lisboa, na Fundação Portuguesa das Comunicações. O dia é, ele próprio, simbólico porque representa o Dia Mundial dos Correios.

Gosto destas iniciativas, gosto de ver um nome português e a nossa língua destacados num concurso internacional mas gosto sobretudo da esperança que mentes mais novas me incutem.

Parabéns, Mónica!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Reservas de Ouro

por Torradaemeiadeleite, em 24.10.07

 

  Homem e Natureza não são forças antagónicas. Claro que biológica e fisiologicamente falando nunca poderíamos ser mas refiro-me à perspectiva da conservação e sustentabilidade da biodiversidade versus desenvolvimento económico.  Sim, já somos muitos, consumimos muito e os recursos do planeta são limitados. Por isto faz sentido falar (entre tantos outros planos, programas e tarefas) em Reservas da Biosfera

  São áreas naturais, em diferentes países, reconhecidas pela UNESCO ( programa MAB - "Man and Biosphere ", iniciado em 1971 ) como essenciais para a conservação e sustentabilidade ambientais. São "laboratórios" que testam a eficácia de medidas de gestão ambiental e das actividades humanas inseridas nessas áreas. Vemos assim integradas a conservação de espécies, ecossistemas, paisagens e pool genético com o desenvolvimento económico, cultural e humano. Claro que há ainda uma componente fundamental de monitorização , pesquisa e educação ambientais.

    Em Portugal,  já contamos três Reservas da Biosfera ( ainda este ano  foram aprovadas a Ilha do Corvo e Ilha Graciosa, que se juntaram ao mais "veterano" Paúl do Boquilobo , no grupo desde 1981 ). Se tudo correr bem, poderemos ter quatro: até Março de 2008 deverá ser entregue à UNESCO a candidatura do Parque Internacional do Gerês-Xurés para integrar as poucas mas preciosas Reservas Transfronteiriças da Biosfera.

  Espero boas notícias no esforço pela conservação e melhoramento da nossa riqueza natural e humana.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)




subscrever feeds




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Torradas com bolor

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D